Carta aos Libertários

“Quero compartilhar uma ideia com vocês, mas nessa mensagem não entrarei em detalhes.
Quem conhece o meu discurso vai entender onde quero chegar.

Olhando para o cenário da guerra mundial entre libertários e globalistas, as estratégias de guerra adotadas de cada lado, os sucessos e falhas de cada um…

O que eu noto é que eles estão num ponto confortável desse embate, eles tendo um maior numero de adeptos (disparadamente) dando passos de tartarugas enquanto expandem e difundem suas idéias e preparam mais e mais o terreno. Vivemos um momento onde a massa está anestesiada, sem enxergar essa batalha que ocorre diante de seus olhos. E essa é a grande vantagem que nossos inimigos possuem.

Por isso, pontuo que, é muito importante para os libertários ficarem atentos e agirem, sempre que os globalistas dão um passo, sempre que de alguma forma eles demonstrem que essa guerra está ocorrendo, seja com os ataques, com as manobras, qualquer cartada mais evidente deve ser usada por nós, temos que devolver o fogo nessas horas.
Aproveitem o momento que eles saem das sombras e joguem as luzes!

Quanto mais longe eles forem, mais obvia essa guerra fica, e a massa mais consciente de que precisa escolher um lado e o que é cada um dos lados.
Precisamos estar prontos pra esse campo de batalha, porque enquanto uns e outros pensam em fusionismo, a coisa ta caminhando e é inevitável que vá acontecer em breve.

O agorismo nunca teve um papel tão importante como o que está desempenhando agora e principalmente que desempenhará muito em breve.
Através do livre mercado, dos mercados negro e cinza, de ações voluntárias, da disseminação de idéias como o purismo, a desobediência civil, a própria filosofia da ética libertária… isso tudo ta sugando e irá sugar ainda mais as pessoas pra fora desse universo de mentalidade estatista.

Uma coisa é certa, essa guerra está para ser definida em breve. Se temos capacidade e competência pra competir?
É o que eu venho tentando descobrir”.

-Camila Vargas

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *