Idéias inovadoras que o Estado não gosta

O artigo é destinado ao público Libertário/Anarcocapitalista que constantemente faz a pergunta:

Como acabar com o Estado?

Seria muita pretensão, eu achar  que com o aumento de dificuldade de arrecadação o Estado simplesmente acabasse, mas o fato é, se a queda de arrecadação for constante e cada vez maior, algum enfraquecimento inevitavelmente acontecerá.

Quanto a você que caiu de paraquedas por aqui, sei que deve estar pensando o porque atrapalhar a arrecadação estatal? Ue, simplesmente para que as pessoas fiquem com o que produziram e decidam elas mesmas onde e quando investir seu próprio dinheiro. Entendeu?

Bom, sem mais conversa, as ideias que proponho não são mágicas e algumas exigem certo esforço para serem implementadas, e no final das contas servem como que um exercício que talvez, leve alguns a entenderem que, o que perpetua o Estado, em parte, é o nosso comodismo.

Idéia 1   

Reduza teu consumo de Energia elétrica, os governos estaduais arrecadam fortunas  com os impostos que incidem nas faturas de energia elétrica se você é alguém que dispõe de recurso financeiro, invista em sistemas de geração de energia alternativa e venda a ideia aos seus amigos e familiares, caso você estiver ruim de grana comece simplesmente por economizar.

Idéia 2

Reduza teu consumo de água fornecida pelo sistema de abastecimento tradicional, igualmente a energia elétrica os tributos que incidem nas faturas de água são enormes, construa uma cisterna, reaproveite as águas da chuva e do banho. Considere também a possibilidade de perfurar um poço, claro que sem informar os órgãos reguladores, porém observe a qualidade da água desse poço antes de consumi-la.

Idéia 3

Não compre carro 0km, não preciso nem falar que metade do preço final do carro 0km é imposto, fora aquela burocracia inerente à compra do carro 0km que gera grande renda ao cofre estatal, sendo assim, de preferência para um veículo seminovo de particulares, ajude aquele seu amigo ou parente comprando o carro dele, e mande um foda-se para as montadoras amigas do Estado.

Idéia 4

Aprenda a produzir alguns itens que você costuma consumir com maior intensidade, você gosta de pão, cerveja, queijo, pizza, churros, tapioca, vinho, sonho, cachaça, roupas? comece a produzir artesanalmente, o  mainstream chamará tua iniciativa empreendedora de “fábrica ilegal, produto pirata” e etc. Mas manda vê e continue produzindo, caso você comece a ter um excedente de produção, venda ou presenteie teus amigos e parentes com seus produtos.

Idéia 5

Preste seu serviço de maneira informal, não emita nota fiscal e nem peça, foque na garantia e qualidade e repasse a margem que você ganhou operando desta forma, para a melhoria do atendimento dos teus clientes.

Idéia 6

Só compre novo na loja caso você realmente considerar extremamente necessário. Em sites como a OLX e Mercado Livre, encontra-se  produtos de excelente qualidade, desde celulares, câmeras, computadores, vídeo games e ferramentas. São seminovos que desempenharam suas funções com perfeição por um preço bem menor, e isso atrapalha a vida do governo, já que são vendidos de pessoa para pessoa.

Idéia 7

Use criptomoedas

Idéia 8

Nunca jamais, tenha a atitude de estatizar a caridade, se você se deparar com uma situação  em que alguém precise de um socorro material urgente, faça! caso contrário o estatista usará como argumento justificatório para a arrecadação aquele que não foi socorrido pelos que estão mais próximos.

 

Iguais a essas devem existir milhares de ideias que certamente contribuiriam para o  crescimento de uma sociedade onde as trocas voluntárias e o respeito à propriedade privada fossem a tônica, então eu convido você leitor, que compartilhe suas ideias de liberdade econômica e construa sua própria terra da liberdade.

Enfim, são só ideias, que se praticadas, talvez não acabe com o Estado pela via da quebra de arrecadação, porém para você o Ancapistão começa a existir desde já! e do jeito que eu acredito que deva ser, do individuo para fora! contrastando totalmente com a forma estatista que é, do governo central para os indivíduos.

 

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *