O legado da crise hídrica

Durante o auge da crise hídrica vivida por grande parte da população do Estado de São Paulo três jovens estudantes de engenharia do Alto Tietê (ALBERTO HIDEKI OIKAWA, ANDERSON DA CRUZ GALVÃO e JEFFERSON ANTONIO DE PÁDUA) aceitaram o desafio de: Através de uma pesquisa, desenvolverem um sistema de captação e tratamento de água de chuva, que fosse economicamente viável e que servisse também, como ferramenta de conscientização do grande potencial pluvial contido em cada residência.

Tal iniciativa vem para confirmar, que mesmo diante das soluções de grande porte sugeridas pelo poder estatal, a inovação, o desejo de criar e encontrar alternativas mais simples e descentralizadas é algo tatuado no coração de muitos indivíduos e isso deve ser reconhecido e incentivado.

Alguns poderão dizer, que o projeto não é inovador por se tratar de uma obviedade que consiste em: Captar e armazenar a água que nos é fornecida de graça pela chuva. Se este questionamento for feito, um dos objetivos do projeto foi cumprido com total sucesso: O objetivo de nos fazer entender, que já que se trata de uma obviedade, por que não fazemos no dia a dia?

A pesquisa deu origem a um artigo que pode ser conferido aqui. Confira também no link abaixo em slides, parte do projeto contendo: dados técnicos e fotos do protótipo, bem como alguns resultados e conclusões.

Tecnologia para reutilizacao da agua da chuva

Deixe seu comentário

Conheça e curta a página Fraternalha https://www.facebook.com/fraternalha/

1 Comentário

  1. Muito interessante o projeto! Parabéns aos participantes do projeto e da página, que oferece textos bem elaborados e de fácil compreensão!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *