Pensando o Brasil – Uma crítica ao plano de governo do partido dos trabalhadores

O projeto Pensando o Brasil consiste em analisar o plano de governo de Fernando
Haddad, candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores. Buscou-se avaliar a viabilidade econômica das propostas apresentadas, utilizando fontes, dados, pesquisas e informações. A conclusão é que a maior parte das propostas ou são irrealizáveis ou as possíveis trariam danosos efeitos colaterais à população brasileira.
Exemplo disso é que a palavra “investimento”, tendo o Estado como seu condutor, aparece 75 vezes. O plano visa aumentar investimentos públicos na ciência e tecnologia, na retomada de 2800 obras públicas, na construção de 2.000.000 (dois milhões) de casas populares, nas Forças Armadas, na retomada da industrialização, no Judiciário, Internet,
saúde (aumentando para 6% do PIB), educação (aumentando para 10% do PIB), na cultura e artes, no esporte, em infraestrutura, meio ambiente, agronegócio, turismo, transporte e etc. Acompanhado da elevação dos gastos está o aumento de impostos sobre lucros e dividendos, ponto que, na atual conjuntura, traria desestímulo à produtividade.
Como expandir a responsabilidade do Estado brasileiro pela gestão de tantas áreas e proporcionar equilíbrio fiscal é uma questão que não foi respondida satisfatoriamente.

No link, versão gratuita e completa em PDF para Download.

Boa leitura!

PENSANDO O BRASIL – UMA CRÍTICA AO PLANO PT – FINAL

1 Comentário

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *